HSMs Dinamo
Ask or search…
K
Links
Comment on page

Primeiro Boot

O HSM sai de fábrica numa condição conhecida como primeiro boot ou estado de fábrica (fresh/first time boot). Neste estado o HSM pode ser inicializado com qualquer conjunto de cartões smart cards já formatados e com uma Server Master Key criada. Os smart cards contidos no pacote já tem formatação. Após um reset da base de dados, o HSM também volta para o estado de primeiro boot.
Quando o HSM é ligado no estado de fresh/first time boot, após a tela inicial, o console local exibe uma tela informando o estado de primeiro boot do HSM. A partir desta tela é possível tanto autenticar com um conjunto de smart cards já prontos (com a Server Master Key criada) ou iniciar o processo de preparação de um conjunto de smart card novos através do Gerenciador de smart cards.
Tela de fresh/first time boot
Selecionando Yes é carregado o Gerenciador de Smart Cards, através do qual será feita a etapa da inicialização de Geração da Server Master Key.
Gerência de Smart Card
No Gerenciador de Smart Card selecione a opção desejada e pressione Enter para ativar a opção escolhida. Para sair do Gerenciador de Smart Cards a qualquer hora pressione ESC ou use o tecla de seta para esquerda.
Nos HSMs com chave de transporte (TP Key) injetada só é possível a geração de uma nova Server Master Key em smart cards com a mesma TP Key injetada. Esta chave é utilizada na comunicação segura entre o HSM e o smart card.
Para o uso de um esquema M de N, é necessário definir os parâmetros N e M:
  • N: o número total de cartões que serão gerados e distribuídos. Este número pode estar entre 2 e 250.
  • M: o número de cartões, dentre os N gerados, que serão solicitados para a ativação do HSM. Este número deve estar entre 2 e o número definido para N.
Durante a geração da Server Master Key, serão solicitados os cartões.